logo_jcom11a.gif (5213 bytes)

Quarta-feira, 09 de Maio de 2001

Opinião / Perspectivas

Incentivar os consumidores que pouparem energia elétrica, ao invés de multar os que gastarem mais, é a melhor alternativa para reduzir o consumo no País?

"Não será aplicando multa que o Governo vai ensinar a população como economizar energia. Mais do que castigar com pesadas cobranças é preciso conscientizar as pessoas. O presidente Fernando Henrique Cardoso agiu de forma correta ao substituir a penalidade por incentivo. Os descontos chamam atenção das pessoas, principalmente daquelas que ganham pouco. O resultado com certeza será satisfatório. Vejo isso como um jogo, um divertimento, em que no final todos ganharão. No caso dos empresários, o apagão prejudica diretamente as vendas. Para evitar desperdício, a indústria e o comércio têm que gerenciar gastos. O Governo, além de tudo que está fazendo, tem que criar livros educativos, mostrando a importância de poupar".

Antônio Joaquim Aires Filho
Presidente da Associação Comercial do Méier

"Acredito que educar a população seja a melhor alternativa para reduzir o consumo de energia no País. No Brasil, a aplicação de multas fica restrita a pequenos empresários e a população. Não é justo penalizar quem já vem economizando. Juntar o desconto à distribuição de cartilhas educativas resolveria o problema do desperdício. Além disso, seria importante trabalhar a questão na mídia, explicando às pessoas como utilizar a energia da melhor forma. O Governo tem que se organizar para atender as necessidades da população em caso de apagão. Como ficarão o comércio, a indústria e a segurança dos brasileiros? Tudo isso tem que ser pensado com calma. Tem que haver estratégia, para que não aconteça desordem".

Marcos França
Diretor da Cybertech Informática

"Claro que sim, mas não vejo a providência como saída para o fim dos apagões. O presidente Fernando Henrique Cardoso agiu de forma correta ao suspender a penalidade, já que os consumidores não suportam mais tantas cobranças. Os apagões prejudicarão tanto as pessoas e empresários nacionais quanto quem deseja investir no País. Não adiantará todo esse esforço sem que haja continuidade. O Governo deve criar programas de incentivo como cartilhas educativas para todos os setores, explicando como cada um pode reduzir o consumo. Assim, todos fazem sua parte evitando desperdício".

Antônio Cesar Oliveira
Diretor da Acomp - Consultoria e Treinamento

 

Clique aqui para conhecer os Serviços da ACOMP


ACOMP Consultoria e Treinamento
Tel. 55 (21) 2445-5444 - www.acomp.com.br

O site do Empresário !