logo_jcom11a.gif (5213 bytes)

Domingo, 01 e Segunda-feira, 02 de Julho de 2001

Opinião / Perspectivas

As bolsas de valores e outras aplicações financeiras devem ficar isentas da Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF)?

"Essa medida visa obviamente atrair o investidor internacional, que não paga esse tipo de tributo em nenhum lugar do mundo. A bolsa de valores é uma atividade de risco, implica perdas de vez em quando, e a CPMF é mais uma despesa. Mas o ideal seria a extinção da CPMF para todo mundo, principalmente para os empresários.

Qualquer desoneração tributária para o setor empresarial é importante para incentivar a produção, que gerará renda e emprego. Uma reforma tributária séria, e não esse arremedo que o Governo vem anunciando, é de extrema importância para o País. Há hoje em dia um sistema tributário injusto que penaliza principalmente o pequeno empresário".

Antônio César de Oliveira
Empresário, diretor da Acomp Consultoria e Treinamento

"Em princípio sou favorável à isenção da CPMF para as aplicações financeiras. Em todos os cantos do mundo esse tipo de atividade só é tributada em cima dos resultados. No caso da CPMF, o investidor paga ganhando ou perdendo, e isso contribui para desestimular os investidores internacionais a investir no País. A CPMF deveria ser revista como um todo no Brasil, e para isso é necessário uma reforma tributária ampla".

Antenor de Barros Leal
Empresário, consultor de comércio exterior da Firjan

"Já está em tempo de se acabar com a CPMF, porque é um imposto que nasceu para ser provisório e que está se perpetuando, penalizando todos os setores da sociadade, principalmente o setor empresarial. Além disso, não há por parte do Governo um esforço no sentido de esclrarecer a população sobre como o dinheiro arrecadado com a CPMF está sendo aplicado. Em relação à isenção para os apicadores da bolsa, eu penso que não é uma medida justa, porque não se pode privilegiar um segmento, em detrimento do restante da sociedade. Ou a CPMF acaba para todo mundo, o que seria o ideal, ou não acaba para ninguém".

Araken dos Santos Lima
Empresário, presidente da União das Associações Comerciais da Zona Sul



Clique aqui para conhecer os Serviços da ACOMP


ACOMP Consultoria e Treinamento
Tel. 55 (21) 2445-5444 - www.acomp.com.br

O site do Empresário !